Campos Machado contesta direito de parlamentares serem embaixadores do país

O deputado Campos Machado, presidente do Avante São Paulo, propôs uma moção na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, de rejeição para a Proposta de Emenda Constitucional n° 34/2021, que tramita no Senado Federal, é que permite a nomeação de parlamentares para o cargo de embaixador do Brasil, sem que ocorra a perda de mandato.

Com a emenda, qualquer deputado federal ou senador poderiam ser indicados pelo presidente da República para exercer os cargos, que hoje são exclusivos de diplomatas formados pelo Instituto Rio Branco.

Segundo a Moção de Campos, o embaixador não se coaduna com alguém filiado a um partido político ou a uma bancada parlamentar com determinados interesses:

“Esta proposta, se aprovada, irá fragilizar um dos maiores ativos em termos de função pública, a diplomacia”, alega Campos.