Liberação da maconha é chave para consumo e sinal livre para o tráfico, diz Campos Machado

“A liberação da maconha é a chave para o consumo e para a  ação nefasta do tráfico de drogas”, diz o deputado Campos Machado,  presidente estadual do Avante.

O deputado se manifestou a respeito da decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), de liberar o plantio e uso da maconha para fins medicinais, com autorização para extração do óleo canabidiol, usado no tratamento de doenças como epilepsia, estresse pós-traumático e ansiedade.

“Essa decisão é hipócrita. Não podemos deixar que o nosso país tome esse curso. Essa decisão é a porta aberta para disseminar o plantio e o consumo da maconha, beneficiando o tráfico, que tanto prejudica nossas famílias”, disse Campos Machado sobre o assunto.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária já autoriza a importação de produtos derivados de maconha para tratamentos de saúde. O plantio caseiro, no entanto, mais acessível, ainda não foi regulamentado. 

“Sou o coordenador nacional da Frente contra a liberação da Maconha e da Cocaína e, nessa condição irei, sim, me posicionar contra essa decisão absurda. Estamos entregando a chave para a porta que abre o uso das drogas e a dizimação da nossa juventude”, finalizou Campos Machado.